פרשת השבוע Parashat haShavûʿa

Resumos

No deserto...
במדבר Bamidbar
 
במדבר Bamidbar

Nm. 1:1-4:20 | Os. 2:1-22

Iniciando um novo livro do Pentateuco, esta parashá de mesmo nome nos fala sobre o censo que deve ser feito: serão contados os homens maiores de 20 anos de cada uma das tribos. A contagem dos Levitas é diferente, a partir de um mês de idade: Deus explica que eles são separados como Seus primogênitos, que devem fazer serviços relacionados ao tabernáculo e se posicionar ao seu redor. A disposição das outras tribos também é dada e deve ser mantida tanto em acampamento quanto em movimento. As tribos tem seu próprio nassi (príncipe), emblema, cor e bandeira.

 

נשא Naso

Nm. 4:21-7:89 | Jz. 13:2-25

É terminada a contagem da tribo de Levi, homens entre 30 e 50 anos, designados a carregarem o Tabernáculo no deserto. As leis dadas nesta parashá incluem a do nazireu e a da mulher suspeita de adultério. A bênção dos sacerdotes é transmitida a Aarão e seus descendentes. Cada líder das Doze Tribos traz ao altar a sua oferta.

בהעלותך Behʿalotkha

Nm. 8:1-12:16 | Zc. 2:14-4:7

Aarão acende a menorá (candelabro de 7 braços) e os levitas iniciam o serviço no santuário. Deus institui um segundo Pessach para aqueles que não tiveram tempo de se purificar para o primeiro. O povo passa a reclamar e Deus se aborrece, mandando um fogo que consome parte do acampamento. Moisés se cansa de cuidar das pequenezas do povo e é instruído a formar um conselho de 70 anciãos que cuidarão delas por ele. Miriam fala mal da mulher de Moisés e ela e Aarão, com ciúmes dele, vão lamentar-se com Deus; Miriam torna-se "leprosa" e os irmãos intercedem por ela. Deus os ouve e diz que ela deve ficar isolada por 7 dias para que a "lepra" deixe seu corpo.

שלח-לך Shelach-Lekha

Nm. 13:1-15:41 | Js. 2:1-24

Cada tribo de Israel envia um homem para explorar a Terra de Canaã e fazer um relato dela ao povo. Eles voltam com uvas, romãs e figos após quarenta dias de exploração, mas trazem más notícias: embora a terra seja realmente muito boa, as cidades são fortificadas e habitadas por pessoas muito fortes. Kalev, filho de Yefuné, e Josué, filho de Nun, entretanto, repelem essa ideia: “Nós conseguiremos entrar”, dizem. Deus repreende Israel por sua constante desconfiança e avisa a Moisés que esta geração não entrará na Terra Prometida: vagará no deserto por quarenta anos. Deus também instrui sobre as franjas no canto das vestimentas (tzitziot).

קורח Qôrach

Nm. 16:1-18:32 | 1Sm. 11:14-12:22

O levita Qorach se rebela contra a liderança de Moisés e a kehuná de Aarão, e com ele estão Datham e Aviram, filhos de Eliab, além de 250 homens. Eles oferecem incenso para provar que têm direitos iguais aos de Aarão, mas todo o episódio apenas acende a ira divina e Deus, uma vez mais, quer acabar com todo o povo que se rebela. Moisés intercede de novo. Abre-se um buraco na terra que devora os levitas rebeldes e um fogo divino consome os restantes membros da rebelião. O cajado de Aarão, dentre os cajados de cada uma das tribos, é o que floresce como prova de que ele é o escolhido para a função sacerdotal.

חוקת Chuqat

Nm. 19:1-22:1 | Jz. 11:1-33

Deus dá a Moisés e Aarão instruções sobre a vaca vermelha, que é necessária para purificar aquele que teve contato com um cadáver. Moisés extrai água de uma pedra batendo nela, em vez de lhe falar, conforme lhe havia sido ordenado por Deus. Em consequência disso, não entrará na Terra Prometida. Miriam y Aarão morrem; Eleazar, filho de Aarão, o sucede como Sumo Sacerdote. O acampamento é atacado por serpentes e Moisés é instruído a por uma serpente de cobre num lugar alto; os que olharem para ela serão curados. Terras emoritas são conquistadas a leste do Rio Jordão.

בלק Balaq

Nm. 22:2-25:9 | Mq. 5:6-6:8

Balaq, rei de Moav, pede a seu profeta, Bilʿam, que amaldiçôe Israel. Deus então envia um anjo para proteger seu povo; o burrico de Bilʿam vê o anjo, dá um golpe em seu dono, impedindo-o de cumprir sua tarefa por 3 vezes. Em vez disso, 3 vezes Bilʿam acaba por bendizer Israel. O povo cai nos encantos das moabitas e passa a idolatrar seu deus, Peor. Uma praga, então, se espalha pelo acampamento. Pinhas mata Zimri, príncipe da tribo de Shimʿon, que levou à sua tenda uma princesa midianita. A praga por fim se extingue.

פנחס Pinchas

Nm. 25:10-30:1 | Jr. 1:1-2:3

Pinchas, neto de Aarão, recebe a aliança de paz e o sacerdócio eterno. É deflagrada uma guerra contra os midianitas. Se faz um novo censo e a terra é particionada entre as tribos segundo seus números, por meio de sortes. As filhas de Tzelofechad vem reclamar sua herança e são ouvidas e atendidas por Deus. Josué é escolhido como o sucessor de Moisés. Se descrevem com detalhes os sacrifícios para todos os festivais.


מטות Matot

Nm. 30:2-32:42 | Jr. 1:1-2:3

Moisés descreve leis relacionadas a votos. Os israelitas lutam contra os midianitas. As tribos de Reuven e Gad pedem territórios fora de Israel,  boas terras para a criação de gado; Moisés concorda, com a condição de que lutem pela conquista de territórios a oeste do Jordão junto com seus irmãos.

מסעי Massʿei

Nm. 33:1-36:13 | Jr. 2:4-28, 3:4

São listadas as 42 viagens feitas pelos filhos de Israel desde o Êxodo. Se enumeram os limites da Terra Prometida e das cidades-refúgio. As filhas de Tzelofechad se casam com homens de Menashe, mantendo a herança de seu pai dentro de sua própria tribo.